Aplausos 

Conversa Maluquinha

“Eu não paro.” Aos 82 anos, o cartunista, pintor, cartazista, jornalista, teatrólogo, chargista, caricaturista e (ufa!) escritor Ziraldo, dá o tom de sua movimentada trajetória artística que segue em plena atividade.

 

Célebre criador do Menino Maluquinho, personagem que povoa o imaginário infantil brasileiro, o mineiro de Caratinga notabilizou-se por suas produções dedicadas às crianças. Desde os anos 60, quando lançou A Turma do Pererê – primeira revista em quadrinhos publicada por um só autor, além da primeira totalmente colorida – é um dos autores preferidos de gerações de brasileiros.

 

Porém nem só aos pequenos o trabalho de Ziraldo orientou-se. Durante os anos da ditadura militar, foi um dos fundadores e colaboradores do Jornal O Pasquim, que se utilizava do humor combativo como principal arma frente à repressão.

 

Exemplos de sua obra destinada aos adultos estão também presentes em duas das mais recentes iniciativas do artista. O livro “Os Homens Tristes e Outros Desenhos Sem Destino” é fruto da profusão criativa de Ziraldo. Muitos dos desenhos foram feitos em hiatos entre um trabalho e outro, enquanto estava ao telefone, numa conversa com amigos ou vendo televisão. Diferentemente do usual  zelo pela pesquisa e busca pela perfeição, os traços presentes no livro são mais descompromissados. “Para ele, desenhar nunca foi uma tarefa fácil. Esses desenhos representam sua compulsão em encontrar o melhor traço, uma vez que boa parte dos desenhos foi feita enquanto o autor conversava ao telefone.”, conta Paulo Vieira, um dos organizadores da edição.

 

Em cartaz no final de 2014, no Rio de Janeiro, a exposição “As Mulheres de Ziraldo” revelou ao público dezesseis desenhos com quase dois metros de altura retratando, através das linhas inconfundíveis do cartunista, mulheres inspiradoras, a maioria fazendo referência ao universo pop, como a Mulher Maravilha e Marylin Monroe, esta última a preferida do autor: “Na foto original, ela ainda estava no início de sua carreira. O que me inspirou foi o olhar dela, de quem não sabia direito o que estava fazendo ali.”

 

No dia 16 de julho, Ziraldo estará no palco do Teatro Bom Jesus ao lado do artista gráfico Elifas Andreato para a abertura do projeto Conversarte, da Montenegro Produções Culturais. Garanta o seu passaporte para o evento!

[Not a valid template]

 

Comente