Boas Novas 

Lançamento – Calendário 2016

Montenegro Produções Culturais e a Carmesim Espaço de Arte e Design

 lançam o calendário de  2016 em comemoração aos 30 anos do filme “A Cor Púrpura.“.

 

No ano do trigésimo aniversário de lançamento do filme “A Cor Púrpura”, do diretor Steven Spielberg, quatorze artistas paranaenses prestarão homenagem a esse clássico do cinema. O longa será revisitado através de uma exposição de artes visuais que se transformará em calendário temático do ano 2016.

 

O filme “A Cor Púrpura” foi o nono dirigido por Steven Spielberg e representou uma ruptura na sua filmografia. Em 1985, ano do lançamento, o longa metragem foi criado com base no livro de Alice Walker, escritora e ativisita feminista vencedora do Pulitzer pela obra, que narra a história por meio de cartas.

 

Sem qualquer efeito especial, até mesmo a chuva era verdadeira, Spielberg fez sua estreia no drama com uma narrativa densa, repleta de temas distantes de entreter o espectador e cruelmente reais, como a repressão e violência contra a mulher, racismo e abuso sexual. A história se passa no início do século XX no sul dos Estados Unidos e retrata um período histórico de profunda opressão à mulher numa sociedade pós-escravidão.

 

Para retratar essas questões abordadas no filme e ainda atuais, a curadoria de Hugo Humberto, selecionou quatorze artistas do Paraná que realizarão criações em homenagem aos trinta anos do lançamento do filme “A Cor Púrpura”.  As obras, inspiradas em diversas direções e interpretações referentes ao filme, seja na temática social, poética, histórica, artística, darão origem a uma exposição coletiva, com o objetivo de revisitar e promover um novo olhar sobre o filme, acreditando que uma obra só permanece viva e atravessa o tempo quando consegue se renovar e dialogar com o presente e o passado.

 

O curador, designer e restaurador da Residência Belotti, atual Carmesim – Espaço de arte, Hugo Umberto, convidou artistas de diferentes segmentos de artes plásticas para esse projeto como Elizabeth Titton, Adriano Catenzaro, Leila Albert, Giovana Casagrande, Claudia de Lara Samwayer, Marcia Iurk, Ezequiel Moura, Cecília Dalcanale, Marília Marques Silva, Nicole Guilin, Sandra Hiromoto, Daniélle Carazzai, Cesar Fermino, Milena Kovalczuk e na parte editorial Elena Maria Andrei e Miriam Elena A. Machado Alves. As obras serão instaladas em três estruturas de exposição e cada artista terá duas obras inéditas exibidas. Destas, uma será escolhida para compor o calendário cultural 2016.

 

Realizado pela Montenegro Produções Culturais e Carmesim Espaço de Arte e Design, o projeto conta com o apoio do fotografo Guilherme Zawa, Editorial Design e Corgraf. Toda a renda da venda dos calendários será revertida para ong FLÁPT quer realiza o seu trabalho na área da educação e da cultura com crianças e jovens, através de cursos, oficinas e atividades culturais.

Comente