Pelo Mundo 

O CAMINHO DAS LUZES

Holanda. Difícil não combinar às lembranças de imagens de campos de tulipas e antigos moinhos a referência de bicicletas. Conhecido como o país do transporte de duas rodas, frequentemente é ninho de criações e soluções inovadoras em usos de ciclovias e bikes. Exemplo disso é a cidadezinha de Eindhoven, localizada ao sul de Amsterdãnspirada na obra “A Noite Estrelada”, do pintor holandês Vincent Van Gogh, uma ciclovia brilha no escuro aos olhos de quem passa, criando um efeito de beleza arrebatador.  A instalação, que une arte e tecnologia ao conceito de sustentabilidade do uso das ciclovias, é composta por pequenas luzes LED e foi criada pelo artista Daan Roosegaarde. “Eu queria criar um lugar em que as pessoas pudessem ter uma experiência especial. Parte técnica combinada com experiência, isso é o que a poesia tecnológica significa para mim”, conta.

 

O artista diz se recordar muito de quando era pequeno, época em que tinha costume de brincar na natureza, construir barracas e criar ambientes com materiais que encontrava. “De repente, quando você vira adulto, dizem que você não pode mais fazer isso. Nunca acreditei nessa mentira”, brinca.

 

O trajeto escolhido para a intervenção é também muito especial: são apenas poucos metros da ciclovia, famosos por levar a locais que marcaram a vida de Van Gogh, como Zundert, cidade natal e da maior parte de sua infância. O projeto faz parte de uma iniciativa que visa aumentar o uso das bicicletas em jornadas para o trabalho, e tem como meta crescer em 20% nos próximos 20 anos.

 

[Not a valid template]

 

 

 

Comente