Boas Novas 

Os Três Mosqueteiros no Festival de Teatro Infantil “Era uma vez…eram duas, eram três”

Adaptação da Cia do Abração traz história para a realidade brasileira, em duas apresentações no Teatro Bom Jesus, nos dias 16 e 17 de dezembro, às 16h. 

 

Romance e muitas aventuras dão sequência à programação do Festival de Teatro Infantil Era uma vez…eram duas, eram três”. Com uma releitura de “Os Três Mosqueteiros” – romance histórico do século XVII – a Cia do Abração realiza duas apresentações no Teatro Bom Jesus, nos dias 16 e 17 de dezembro, às 16h. Toda a renda arrecadada na bilheteria será revertida ao Hospital Pequeno Príncipe, instituição beneficiada pelo projeto.

 

Inspirado pela obra do francês Alexandre Dumas, o espetáculo conta a história do jovem D’Artagnan, que sonha em se tornar um mosqueteiro. Para se tornar um membro da guarda do rei, ele vai contar com a ajuda de três mosqueteiros:  AthosPorthos e Aramis. “Juntos, os quatro irão enfrentar grandes aventuras a serviço do rei e da rainha”, explica Letícia Guimarães, diretora da companhia.

 

Durante a história, D’Artagnan ainda conhece e se apaixona pela bela Constance, a jovem ama da rainha, que vai se juntar aos mosqueteiros para lutar contra o Cardeal Richelieu e sua aliada Milady – inimigos da coroa, eles planejam transformar a cidade em um lugar cinza, hostil, sem flores e cores. Dá-se aí uma luta de poder. E então os mosqueteiros lutam pela verdade, liberdade e pelo coletivo. “É em nome destes valores, contra a tirania de um poder perverso, que a aventura de capa e espada se desenrola. A peça, além de muito divertida, ressalta temas como a liberdade, a honra e o humanismo”, afirma Letícia.

 

A fim de aproximar este clássico da nossa realidade, a Cia do Abração optou por inserir um pouco de Brasil ao recontar a história. Para isso, toda a trama é trazida para a cultura brasileira, tendo como foco o carnaval e o candomblé. Totalmente artesanal, o cenário – idealizado por Blas Torres e Élio Chaves – apresenta uma série de elementos naturais, como a juta, e conversa com a estética dos figurinos, assinados por Rayssa Gualberto. Os ingressos estão à venda na bilheteria do Teatro Bom Jesus (nos dias das apresentações) e no Disk Ingressos (www.diskingressos.com.br).

 

Com expectativa de reunir um público de mais de 8 mil pessoas, o Festival de Teatro Infantil Era uma vez…eram duas, eram três” – que estreou em novembro com a peça “Alice no País das Maravilhas” – segue até maio de 2018, com o espetáculo Os Três Porquinjos em data a confirmar.

 

Ficha técnica

Direção: Letícia Guimarães
Dramaturgia: Letícia Guimarães e Edson Bueno
Cenografia: Blas Torres e Élio Chaves
Iluminação: Blas Torres
Figurinos: Rayssa Gualberto
Adereços: Fabio Flores
Fotografia: Isabelle Neri
Sonoplastia, composição e direção musical: Alysson Siqueira
Elenco: Ana Sercunvius, Edgard Assumpção, Guilherme Zanin, Rhenan Queiroz, Simão Cunha e Victor Carlim
Produção: Céu Vermelho em parceria com a Cia. do Abração
Direção geral do Festival: Carolina Montenegro
Produção Executiva do Festival: Silvia Yokoyama
Produção Técnica do Festival: Filipe Castro
Assistentes de produção do Festival: Camila Guanabara e Odete Montenegro
Fotografia: Renata Peterlini
Vídeo: Fabrizio Rosa
Criação de Arte: Editorial Design
Assessoria de Imprensa: IEME Comunicação
Realização: Montenegro Produções Culturais e Ministério da Cultura

 

Festival “Era uma vez…eram duas, eram três”
Peça – Os Três Mosqueteiros
Data: 16 e 17 de dezembro, sábado e domingo
Horário: 16h
Tempo de espetáculo: 50 minutos
Local: Teatro Bom Jesus – Rua 24 de maio, 135 – Centro
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)
Classificação: Livre – Indicada para todas as idades

 

Comente