Pelo Mundo 

Sinfonias de um mar compositor

O vai e vem das ondas do mar é capaz de proporcionar hipnotizantes momentos de contemplação. Mais calmas ou agitadas, as águas parecem ter personalidade e uma incrível força de expressão. Na cidade de Zadar, na Croácia, a sonoridade oceânica ganhou ainda mais poesia através de um incrível projeto arquitetônico.

 

Batizada de “Morske Orgulje”, a estrutura consiste numa série de degraus de mármore que avançam em direção ao mar Adriático. Por dentro, 35 tubos de polietileno e uma caixa de ressonância atuam como um órgão regido ao sabor da maré. Quando as ondas adentram nas cavidades, o ar é empurrado e produz uma música que varia de acordo com a intensidade e vibração da água e do vento.

 

Concebida pelo arquiteto croata Nikola Bašić e inaugurada em 2005, a iniciativa surgiu com a intenção de mudar a relação da população e dos turistas com a paisagem da cidade que teve quase 70% de sua área construída posta abaixo durante a Segunda Guerra Mundial. Zadar ainda sofreu com a destruição causada pela guerra de independência da Croácia.

 

Na reconstrução da orla foi levantado um muro de concreto que ganhou uma completa ressignificação através do “Morske Orgulje”. O aclamado projeto recebeu o prêmio europeu para espaços público (European Prize for Urban Public Space) e é um convite à fruição de uma das mais belas paisagens do Mediterrâneo. A melodia é harmoniosa, variada e criativa além de nunca repetir a mesma sequência musical, por conta das inúmeras variantes de seu compositor.

 

Nikola Bašić também projetou uma instalação vizinha ao órgão do mar e não menos poética. “Pozdrav Suncu” (Saudação do Sol) é um grande círculo formado por 300 placas que simbolizam o sistema solar. Durante o dia, essas placas absorvem a energia do sol para de noite iluminarem-se num espetáculo de cores que dançam em mágicas coreografias embaladas pela música que vem das águas.

 

[Not a valid template]

 

 

Comente