A obra de arte hermética em um aglomerado de colheres e garfos

A arte é uma das melhores formas de expressão que existem, a vários níveis. Matt Wilson é um exemplo disso mesmo. Entre os seus talentos não estão nem a pintura nem o desenho, mas sim a capacidade de esculpir figuras de animais – e outros – a partir de talheres. A obra de arte hermética prova que tudo pode ser bonito – até mesmo um aglomerado de colheres e garfos!

Matt Wilson nasceu e cresceu em Greenville, Carolina do Sul, e desde a infância demonstrou não apenas um interesse em arte, mas um talento criativo inato. Ele se mudou para Charleston e se interessou por escultura em metal e se motivou a aprender uma nova habilidade. Após uma vaga de emprego, ele ganhou uma entrevista com a Detyens Shipyards para uma posição de soldagem. Era uma oportunidade única – de se tornar o artista residente e aprender a soldar. A oficina de Matt Wilson está cheia de desordem e caos. Uma mesa grande e alta até a cintura está cheia de martelos, um ventilador antigo e uma caixa de ferramentas. Há pilhas de colheres, garfos e facas velhas. Wilson está sempre à procura de “objetos encontrados”; ele vasculha lojas de sucata e lojas de ferragens que acabam de fechar negócios para adicionar à sua vasta coleção. Onde uma pessoa vê um monte de lixo, ele vê o bico de um falcão de cauda vermelha ou a perna de uma lagosta.