Foco no Mercado do Skate

O projeto Casa Longarina, por exemplo, se propõe a acolher mulheres que querem aprender a surfar. Sem intenções de competição e sem cobrar nada. Para manter a ideia viva, as fundadoras contam com projetos de financiamento coletivo e prestação de serviços de consultoria.

Já a iniciativa do Centro de Esportes Radicais da prefeitura de São Paulo passou a contar aulas gratuitas para crianças e adolescentes. Sendo as aulas de ninguém menos que a tetracampeã mundial de skate Karen Jonz. Atraindo mais interesses para a prática desse esporte, agora considerado olímpico.

Além do aprendizado de esportes radicais, cada um falando de maneira diferente com seus públicos, estes projetos têm em comum a troca e o aprendizado coletivo para públicos que costumam ser socialmente excluídos de atividades como as tais.

Redação: Karoline Gomes