Pé de Feijão e exposição de figurinos Caminhos do Encantamento

Além de curtir um espetáculo teatral presencialmente após quase dois anos de pandemia, quem comparecer à estreia da adaptação de João e o Pé de Feijão, feita pela Cia do Abração para o festival Era Uma Vez, Eram Duas… Eram Três!, terá a oportunidade de conferir gratuitamente uma parte da exposição de figurinos Caminhos do Encantamento.

Criada especialmente para a terceira edição do festival, a mostra reúne releituras exclusivas de figurinos elaborados pelo artista visual Gustavo Krelling com inspiração nas indumentárias de personagens clássicos da literatura infantil, construídos a partir da reciclagem de materiais que seriam descartados.

A exposição, que estreou em julho, na fachada do Teatro Guaíra, transporta para o mundo real figuras como Chapeuzinho Vermelho, bruxas e madrastas a partir da recriação de suas vestimentas. A escolha de cada um dos utensílios utilizados na confecção das peças foi feita a partir de uma conexão simbólica com as histórias e personagens das histórias homenageadas.

 

 

Na estreia de João e o Pé de Feijão, o figurino inspirado na história estará em exibição no foyer do Teatro Bom Jesus, onde a montagem será apresentada com plateia aberta ao público. Feito com garrafas PET retorcidas, mangueiras de jardim, pedaços de utensílios de cozinha, espuma e galhos, o figurino escolhido por Gustavo Krelling para representar a história João e o Pé de Feijão é o da própria planta gigante. “Tudo isso cria um volume e uma variedade de cores e texturas que representa o pé de feijão. Foram usados mais de 250 metros de mangueira, simbolizando os cipós e as raízes, o que resulta em um figurino muito inusitado e interessante”, explica o artista.

 

 

 

Para a próxima edição do festival Era Uma Vez, Eram Duas… Eram Três!, prevista para 2023, a exposição Caminhos do Encantamento deve ganhar novos figurinos inspirados em outros personagens dos contos de fada. Além disso, muito mais pessoas terão acesso à mostra, que vai viajar pelo Brasil até desembarcar na Europa.

Texto: Juliana Girardi | Fotos: Diego Cagnato

 

Menu