Saiba como incentivar a cultura com o seu imposto de renda

Você já pensou em utilizar o seu Imposto de Renda para incentivar a cultura? Pois saiba que isso é possível! Você une o útil ao agradável: faz a declaração anual de Imposto de Renda (obrigatória para quem recebeu no ano uma renda específica) e ao mesmo tempo contribui para o crescimento e disseminação de projetos culturais através da Lei de Incentivo à Cultura, antes conhecida como Lei Rouanet. Bacana, não é? Quer saber como isso é possível? Então continue lendo o post que vamos explicar tudo sobre incentivo à cultura por meio da declaração anual de Imposto de Renda. 

1. Como funciona

Se você declara Imposto de Renda, você pode reverter até 8% do valor a ser pago para apoiar iniciativas e ações na área da cultura. Ou seja, você apoia projetos socioculturais e abate esse valor no Imposto de Renda que você precisa pagar. Além disso, você pode selecionar o projeto que deseja apoiar. Desta forma, você saberá onde o seu imposto está indo.

2. Cadastro

Para se cadastrar é simples. Basta você acessar o site I.R. do Bem e clicar na aba “Simule o quanto você pode incentivar”. Esse simulador irá calcular o valor que você tem a pagar de imposto e quanto você pode direcionar.

Agora que você sabe quanto de valor pode direcionar, você deve preencher o cadastro e, em seguida, selecionar o projeto que deseja apoiar. Pronto! Simples, não é? Cadastrando-se até o final do ano 2020, você poderá destinar parte do seu Imposto de Renda de 2021 para um projeto na área cultural.

3. Você sabia?

Poucas pessoas sabem que podem incentivar a cultura do nosso País através do Imposto de Renda. No ano de 2018, apenas 13.880 pessoas incentivaram a cultura. Surpreendentemente esse montante representa um valor de R$ 38 milhões. Já pensou se todos nós resolvêssemos incentivar a cultura e também destinássemos nosso Imposto de Renda? Antes de mais nada o valor arrecadado seria muito mais alto e a cultura ganharia muito mais espaço através do investimento na revitalização de museus, na divulgação de companhias de dança e teatro, no aprimoramento de orquestras e tantos outros projetos ligados.

4. Lei de incentivo à cultura, antes conhecida como Lei Rouanet

Muito pouco se fala sobre a antiga Lei Rouanet. Ela foi criada em 1991 e visa incentivar a cultura no Brasil. É através dela que pessoas físicas e jurídicas podem destinar parte do Imposto de Renda devido ao governo à projetos culturais.

No Portal de Visualização do Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura, conhecido popularmente como Versalic, você pode conhecer os projetos que buscam incentivo por meio da Lei Rouanet. Mais de 270 mil propostas já foram cadastradas e você pode escolher, entre elas, aquela que você mais gostar para incentivar.

Então, agora você já sabe: basta se cadastrar para poder destinar parte do Imposto de Renda à Lei Rouanet e incentivar a cultura no País, beneficiando, ainda, milhares de pessoas que vivem da arte. Quer saber mais sobre a Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet)?

Assine a newsletter da Montenegro Produções Culturais e fique por dentro de tudo no mundo da arte. Estamos te esperando! Até mais!

Menu